pesquisa

Comissão Própria de Avaliação

O Centro Universitário Assunção – UNIFAI, entendendo a importância da educação voltada para a construção de um meio ambiente mais propicio ao desenvolvimento integral do homem e, percebendo através da educação a possibilidade de identificação de novas perspectivas sociais e existenciais, sempre primou pela qualidade do ensino oferecida aos seus alunos. Em certo sentido, mesmo em período anterior à obrigatoriedade do processo interno de avaliação instituída pelo SINAES, o UNIFAI já avaliava, periodicamente, suas práticas pedagógicas. O dinamismo da atual sociedade exige que se repense, cotidianamente, o papel desenvolvido pelas Instituições de Ensino. A obrigatoriedade, através de lei especifica contribuiu para uma maior sistematização do processo de avaliação das instituições. Neste sentido, buscamos permanentemente, o aprimoramento das avaliações.

A Comissão Própria de Avaliação, prevista pela Lei Federal nº 10.861 de 14 de abril de 2004, instituída pelo SINAES – Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior teve por intuito, portanto, contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Superior. Cada instituição deve constituir uma Comissão Própria de Avaliação com as funções de coordenar, sistematizar e articular seu processo interno de avaliação, bem como disponibilizar as informações solicitadas pelo SINAES.

A comunidade acadêmica é o resultado de uma construção cotidiana que se estabelece através de ações planejadas e compartilhadas por todos. A CPA, portanto, é composta por representantes de todos os membros da comunidade acadêmica e da sociedade civil organizada, com o objetivo de ampla participação na constatação dos problemas e desafios a serem superados e, no estabelecimento de futuros passos a serem trilhados para o desenvolvimento institucional. O processo avaliativo, periódico e permanente de reflexão, deve ser também criativo e inovador para a análise e síntese dos diversos aspectos e dimensões da instituição.
 
  
O que é a Comissão Própria de Avaliação (CPA)?
 
A CPA existe para pensar a realidade da comunidade acadêmica e planejar transformações no âmbito institucional, a partir da ação dos agentes que nela atuam, sintetizando uma multiplicidade de interesses que se expressam no cotidiano da instituição. Concebendo a dimensão pedagógica e entendendo a avaliação institucional como um instrumento fundamental na busca pelo aperfeiçoamento, a CPA procura conhecer, orientar, melhorar e transformar os aspectos avaliados. Ela deve ser, portanto, uma construção coletiva de conhecimentos sobre a instituição, contribuindo para a melhoria da qualidade das suas atividades pedagógicas.
 
Para garantirmos a existência de uma CPA atuante é necessária a participação e o envolvimento de toda a comunidade acadêmica nos processos avaliativos, delineando o perfil da nossa instituição. Periodicamente, os resultados das avaliações devem ser amplamente divulgados para que sirvam como instrumentos de gestão. Os gestores da instituição, apoiados nos resultados das pesquisas, buscarão o aperfeiçoamento das ações institucionais, legitimando o processo avaliativo que produzirá ações eficazes de transformação institucional.
 
 
 
 
Resultados das avaliações
 
 

Relatório Final de Auto-Avaliação CPA (periodo 2011)

Relatório Final de Auto-Avaliação CPA (periodo 2012)

Relatório Final de Auto-Avaliação CPA (periodo 2014)

Relatório Final de Auto-Avaliação CPA (periodo 2015)